quarta-feira, 10 de junho de 2009

reza a lenda que véspera de feriado ninguém trabalha ...

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Semana Santa: o que funciona no feriadão

Veja agora o que irá funcionar e o que não abre durante a Semana Santa a partir desta quinta-feira (9) até domingo (12).

NÃO FUNCIONAM

  • Quinta-feira
    Escolas e universidades
  • Sexta-feira
    Comércio, shoppings centers e bancos
  • Domingo
    Escolas e universidades, comércio e shoppings centers

FUNCIONAM

  • Sexta-feira
    Supermercados, praças de alimentação e cinemas
  • Domingo
    Supermercados, praças de alimentação e cinemas

terça-feira, 31 de março de 2009

Sérgio Murillo de Andrade

sergio@fenaj.org.br
Presidente da Federação Nacional dos Jornalistas - FENAJ

Jornalista, só com diploma

Em 1964, há 45 anos, na madrugada de 1º de abril, um golpe militar depôs o presidente João Goulart e instaurou uma ditadura de 21 anos no Brasil. Naquela época, todos os setores, inclusive o Jornalismo, e liberdades democráticas foram atingidas e sofreram por mais de duas décadas.

Em 2009, a sociedade brasileira pode estar diante de um novo golpe, mais direcionado que então. Desta vez, especificamente contra o seu direito de receber informação qualificada, apurada por profissionais capacitados a exercer o Jornalismo, com formação teórica, técnica e ética.

A exigência do diploma para o exercício da profissão de jornalista, em vigor há 40 anos (1969/2009), encontra-se ameaçada. O Supremo Tribunal Federal (STF) julgará, também em 1º de abril, o recurso que questiona a constitucionalidade da regulamentação profissional do jornalista. O ataque à profissão é mais um ataque às liberdades sociais, cujo objetivo fundamental é desregulamentar as profissões em geral e aumentar as barreiras à construção de um mundo mais pluralista, democrático e justo.

É importante esclarecer: defender que o Jornalismo seja exercido por jornalistas está longe de ser uma questão unicamente corporativa. Trata-se, acima de tudo, de atender à exigência cada vez maior, na sociedade contemporânea, de que os profissionais da comunicação tenham uma formação de alto nível. Depois de 70 anos da regulamentação da profissão e mais de 40 anos de criação dos Cursos de Jornalismo, derrubar este requisito à prática profissional significará retrocesso a um tempo em que o acesso ao exercício do Jornalismo dependia de relações de apadrinhamentos e interesses outros que não o do real compromisso com a função social da mídia.

O ofício de levar informação à sociedade já existe há quatro séculos. Ao longo deste tempo foi-se construindo a profissão de jornalista que, por ter tamanha responsabilidade, à medida que se desenvolveu o ofício, adquiriu uma função social cada vez mais fundamental para a sociedade. E para dar conta do seu papel, nestes quatro séculos, o Jornalismo se transformou e precisou desenvolver habilidades técnicas e teóricas complexas e específicas, além de exigir, também sempre mais, um exercício baseado em preceitos éticos e que expresse a diversidade de opiniões e pensamentos da sociedade.

Por isso, a formação superior específica para o exercício do Jornalismo há muito é uma necessidade defendida não só pela categoria dos jornalistas. A própria sociedade, recentemente, já deixou bem claro que quer jornalista com diploma. Pesquisa do Instituto Sensus, realizada em setembro de 2008, em todo o país, mostrou que 74,3 % dos brasileiros são a favor da exigência do diploma de Jornalismo. E a população tem reafirmado diariamente esta sua posição, sempre que reclama por mais qualidade e democracia no Jornalismo.

A Constituição, ao garantir a liberdade de informação jornalística e do exercício das profissões, reserva à lei dispor sobre a qualificação profissional. A regulamentação das profissões é bastante salutar em qualquer área do conhecimento humano. É meio legítimo de defesa corporativa, mas sobretudo certificação social de qualidade e segurança ao cidadão. Impor aos profissionais do Jornalismo a satisfação de requisitos mínimos, indispensáveis ao bom desempenho do ofício, longe de ameaçar à liberdade de Imprensa, é um dos meios pelos quais, no estado democrático de direito, se garante à população qualidade na informação prestada - base para a visibilidade pública dos fatos, debates, versões e opiniões contemporâneas.

A existência de uma Imprensa livre, comprometida com os valores éticos e os princípios fundamentais da cidadania, portanto cumpridora da função social do Jornalismo de atender ao interesse público, depende também de uma prática profissional responsável. A melhor forma, a mais democrática, de se preparar jornalistas capazes a desenvolver tal prática é através de um curso superior de graduação em Jornalismo.

A manutenção da exigência de formação de nível superior específica para o exercício da profissão, portanto, representa um avanço no difícil equilíbrio entre interesses privados e o direito da sociedade à informação livre, plural e democrática.

Somos mais de 60 mil jornalistas em todo o país. Milhares de profissionais que somente através da formação, da regulamentação, da valorização do seu trabalho, conseguirão garantir dignidade para sua profissão, e qualidade, interesse público, responsabilidade e ética para o Jornalismo praticado hoje no Brasil.

E não apenas a categoria dos jornalistas, mas toda a Nação perderá se o poder de decidir quem pode ou não exercer a profissão no país ficar nas mãos de interesses privados e motivações particulares. Os jornalistas esperam que o STF não vire as costas aos anseios da população e vote pela manutenção da exigência do diploma para o exercício da profissão de jornalista no Brasil. Para o bem do Jornalismo e da própria democracia.



Em Defesa da Profissão

Manifeste-se em defesa do diploma!!!

Para terça-feira, às 9 horas, estão programadas uma panfletagem na Assembléia Legislativa e um ato público em defesa do diploma na Praça da Imprensa. Às 14h30, a presidente do Sindicato, Deborah Lima, concede entrevista à TV Fortaleza. No dia 1º, haverá vigília na sede do Sindicato, às 14 horas, com acompanhamento do julgamento do recurso contra o diploma.



Acompanhe a luta pelo diploma nos sites da Fenaje e sindijorce.

quarta-feira, 25 de março de 2009

Hoje é dia de Maracatu


Dia Municipal do Maracatu é comemorado com cortejos pela cidade

Os grupos se concentrarão, a partir das 16h, nas Praças dos Correios, do Ferreira e ao lado da Caixa Econômica do Calçadão C. Rolim. De lá, todos partem para a Igreja do Rosário (Praça dos Leões), onde se encontram às 17h para um ato ecumênico exaltando elementos afrobrasileiros, celebrado pela Mãe Taquinha de Oyá, coroação de rainhas e lançamento de um CD com loas de maracatus.

A Secultfor aproveita a data para homenagear, com a entrega do Troféu do Maracatu, duas personalidades culturais: Milton de Sousa (póstuma) e Descartes Gadelha, artistas que muito contribuíram, e contribuem, para a difusão e a preservação da cultura afrobrasileira na Cidade.

Não à toa, a Igreja do Rosário foi escolhida pelos grupos de maracatus por ser o lugar que, junto com a Igreja de São Benedito, abrigou, na época do Brasil Colônia, as coroações dos Reis de Congo que os escravos faziam para reverenciar seus antepassados.

O Dia foi criado oficialmente através da lei municipal 5.827/1984, por ser esta a data da libertação dos escravos no Ceará (25 de março de 1884), primeiro Estado brasileiro a abolir a escravatura, ainda quatro anos da promulgação da Lei Áurea, em 13 de março de 1888; razão pela qual o escritor José do Patrocínio, então figura emblemática do movimento abolicionista e republicano no Rio de Janeiro, teria batizado o Ceará como Terra da Luz.

terça-feira, 24 de março de 2009

Oração da Mulher


Senhor, me ajude a nunca desistir de ser mulher.

Coloque um espelho no meio do meu caminho entre a lavanderia, o supermercado, o sapateiro e o colégio... E que, ao me olhar, eu goste o que veja.

Não deixe que eu passe uma semana sem usar batom vermelho ou um jeans bem justo.

Proteja meus cachos os ventos e os brincos e anéis dos olhares invejosos.

Nunca deixe faltar na minha vida comédias românticas e boas depiladoras. Para cada dia de TPM, me dê uma vitrine com sapatos lindos.

Já que eu nunca pedi milagres, faça que minhas celulites sejam ao menos discretinhas. Me dê saúde, tempo livre, silêncio.

Dê forças para eu insistir que meus filhos comam salada, digam “POR FAVOR" e "OBRIGADO", limpem a boca no guardanapo e puxem a descarga. Ajude para que eu chegue do trabalho e ainda consiga brincar, ver desenho, contar histórias ou fazer cócegas! E se eu não tiver a menor condição de me manter em pé.

Faça com que meu filho chegue dormindo da escola.

Em dias difíceis, me dê persistência para seguir na dieta. DÊ também, firmeza para os seios ... Proteja minhas poucas horas de sono e não me julgue mal caso eu não acorde no meio da noite para cobrir os meus filhinhos.

Não deixe que a minha testa fique tão franzida a ponto de parecer uma saia plissada.

Para cada batata quente no trabalho, me dê um café recém passado.

No meio de tudo isso, faça com que eu ache tempo para virar namorada de novo, ir ao cinema, jantar fora, beijar na boca...

Ilumine o espelho do banheiro e proteja as minhas pinças, meus cremes e meus segredos.

Ajude a não faltar gasolina e não furar o pneu e, por favor, afaste os motoqueiros do meu retrovisor.


Senhor, por pior que seja o meu dia, faça com que ele termine, e não Eu. Amém!!!!

sexta-feira, 20 de março de 2009

E chegou o Outono


Outono começou nesta sexta-feira, 20 de março, às 8h44. A estação é considerada uma transição entre o verão chuvoso e quente e o inverno seco e frio.

Chegou finalmente, forte e agressivo, vento e chuva.
O Outono aparenta ser uma estação triste, mas respira-se melhor no Outono.
O aroma das castanhas assadas, a solidariedade do Natal, as longas noite de Outono...
Sexta-Feira, belo dia..

quinta-feira, 19 de março de 2009

Gente entusiasta e que adora o que faz. Garotos e garotas da TV União

Hoje parte da equipe de pordução da TV UNIÃO saiu na coluna da Valentina, postada pela Karine Alexandrino.

Garotos e garotas da TV União (foto)
Talita Sale, Rafaela Santana, Musa Mara, andré (leite), Aline Moreno, Cibelle, Fernanda.

Leia mais Aqui

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Duas faces da mesma moeda!

Diversas imagens com a mesma face, só que invertida.


quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

O o secretário estadual dos Esportes, Ferrúcio Feitosa, estava ontem no Programa Da Hora com o Rodrigo Vargas para falar da Copa de 2014, estava presente o Deputado Artur Bruno.

*Hoje ao visitar o Blog do Eliomar de lima achei essa notícia sobre a Copa em Fortaleza.


A Associação Brasileira da Infra-Estrutura e Indústria de Base (ABDIB) fez exposição, nesta semana, em São Paulo para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sobre os projetos das Capitais que querem ser subsede da Copa 2014. Na exposição, a associação avaliou o "Projeto Fortaleza" como "o que tem as melhores condições", informou, nesta quinta-feira, o secretário estadual dos Esportes, Ferrúcio Feitosa, que disse ter sido comunicado por e-mail sobre essa avaliação.

O secretário observou que a ABDIB vem apreciando esses projetos dentro de convênio firmado com a CBF e Ministério dos Esportes. Adiantou ainda que a associação aprovou o que Fortaleza mostrou em matéria de infra-estrutura de transporte e hotelaria, ressaltando ainda as vantagens que o Estádio Castelão disponibilizará após ser reformado. No momento, na área de transportes, são tocados o Metrofor (que tem cerca de 10 anos de realização), do âmbito estadual, e o Transfor, ação iniciada no fim do ano passado pela Prefeitura.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009


O Dia do Repórter! Parabéns aos que estão no batente e aos que ainda vão chegar. Aos que já foram e aos que se foram também

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Namoradas de Wall Street lamentam-se em blogue

Duas namoradas de banqueiros de Wall Street, que sofreram com a crise e consequente recessão económica, resolveram criar um blogue onde se lamentam da vida que perderam quando as suas contas bancárias começaram a ficar mais pequenas.


O blogue «Dating A Banker Anonymous» está já a provocar alguma discussão nos EUA, sobretudo junto da comunidade femininista e de alguns analistas que consideram que a iniciativa é falsa e apenas servirá para promover um possível programa de televisão ou um livro.

Neste blogue as autoras pedem a todas as amantes e esposas de banqueiros para se revelarem, pois defendem que esta página «existe para a apoiar nestes tempos difíceis».


Para as promotoras do blogue este «é um lugar seguro onde as mulheres se podem reunir - livres do olhar das femininistas - e partilhar as suas histórias tristes de como a crise afectou as suas relações.

No blogue as amantes dos banqueiros contam como passaram a gastar menos em roupa ou tiveram de despedir os seus personal trainers por causa da crise.
Num dos casos uma das mulheres prejudicadas pela crise refere que «toda esta desordem provocou um adiamento do início das minhas sessões de Botox em pelo menos duas semanas».
Os comentários no blogue espelham alguma surpresa e apoio, mas há já quem tenha reagido afirmando que esta será uma manobra publicitária para tentar levar à criação de um programa de televisão ou ao lançamento de um livro.

A autora de outro blogue norte-americano citada pela Reuters considera que o objectivo é apenas criar algo como «um reality show tipo confissões de uma viciada em compras».

Eu hein ... a blog para tudo nesse ciberespaço ....




Fonte: Texto reproduzido do Xicorias e xicorações

Bonecas Inspiradas nas filha de Obama mudam de nome

"Marvelous Malia" e "Sweet Sasha", as bonecas inspiradas nas filhas do presidente americano Barack Obama, que chegaram a irritar a primeira-dama, mudaram de nome, informou em comunicado a empresa que as fabrica, a Ty Inc."Em respeito à primeira família, a Ty Inc retira oficialmente as bonecas Ty Girlz chamadas 'Marvelous Malia' e 'Sweet Sasha' e lança as 'Marvelous Mariah' e 'Sweet Sydney'", informou Ty Warner, proprietário da empresa.As bonecas, que fizeram um grande sucesso no início de janeiro, antes da posse de Barack Obama, são as primeiras afro-americanas da gama Ty Girlz e se somaram a "Bubbly Britney" (Spears), "Lucky Lindsay" (Lohan) e "Precious Paris" (Hilton).Quando "Marvelous Malia" (maravilhosa Malia) e "Sweet Sasha" (doce Sasha) apareceram no mercado, a Ty Inc havia afirmado que os nomes foram escolhidos por serem bonitos... e que combinavam muito bem com as bonecas fabricadas".Mas. numa declaração em seu site, a Ty Warner admite que a eleição histórica de Barack Obama como primeiro presidente negro dos Estados Unidos inspirou a escolha dos nomes das duas bonecas, destacando, no entanto, que não foram confeccionadas para parecerem com Sasha, 7 anos, e Malia, 10 anos.Os lucros com a venda serão repassados a organizações beneficentes que trabalham com crianças, diz uma nota da empresa."




Fonte: Texto reproduzido do Correio Braziliense

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Alguns significados de termos em hindi que vocês estão escutando na novela.
usados na novela.

ARE BABA- é uma exclamação. Equivale a um "poxa!" "ô Deus" "nao" "nao brinca" "ah, nào"

BAGUAN KELIE- por Deus! ô meu Deus!

AREBAGUANDI- também no sentido de "ai meu Deus"! (quando se poe esse final "di", acrescenta-se um respeito maior à pessoa a quem você se dirige. Assim, arebaguandi é um "ô meu deus"mais respeitoso ainda que o BAGUAN KELIÊ)

BALDI ou PAPA- pai

MAMI ou MAMADI- mãe

DJAN- querido, amado

TCHALÔ- vamos!

DJAN. DJAN- vá, vá, vamos

ULU- pessoa estúpida, burra

ULUCAPATÁ- o maior de todos os burros! "grande senhor dos burros", como traduzem os indianos

ATCHÁ- expressao de satisfação

ATCHATCHATCHA- expressão que traduz muita satisfação

FIRANGHI- estrangeira

Na India, a maneira de chamar um parente especifica exatamente o grau de parentesco que se tem com ele.

baldi-pai
mamadi-mãe
irmao mais velho- bhaya
irmã- didi
tio por parte de pai (o mais velho) - barepapa
tio por parte de pai (o mais novo) - caca ou tchatcha

No Brasil tudo se resumi a avó ou avô, as vezes você grita: vóóóóóoó!!!!!!!!

tio por parte de mae - mama
tia por parte de mae- massi
avô por parte de pai- dada
avó por parte de pai- dadi
avo por parte de mae- nana
avó por parte de mãe- nani

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Que tal ser rei e rainha do Carnaval de Fortaleza?

Se você se esconde da balança, mas gosta de balançar ao som de frevo, samba ou marchinha, fique atento: está com tudo em cima para ser o Rei ou a Rainha do Carnaval de Fortaleza.

As inscrições terminam nesta quarta-feira e os interessados devem procurar a sede da Secretaria de Cultura de Fortaleza – Secultfor ou a sede da Crônica Carnavalesca para fazer a inscrição. Haverá também a escolha do Rei e da Rainha Infantil do Carnaval.

A festa da eleição do Rei e Rainha adultos será realizada na sábado, na casa de shows Oásis (Avenida Santos Dumont, 6061). A coroação ocorrerá no próximo dia 14 durante o 42º Carnaval da Saudade, no Náutico Atlético Cearense.

É PRECISO:
O Rei deverá ter no mínimo 18 anos e pesar no mínimo 100 kg. A Rainha, o mínimo de 18 anos e, no ato da inscrição, apresentar o RG e uma foto em traje de banho. O Rei infantil deve ser gordinho e ter entre 8 e 11 anos. A Rainha infantil, entre 8 e 10 anos.

PREMIAÇÃO:
A premiação para os eleitos é de:• R$2.000,00 para o Rei • R$2.000,00 para a Rainha• R$1.000,00 para Princesa• R$500,00 para o Rei infantil• R$500,00 para a Rainha infantil

PARA MAIS INFORMAÇÕES:
* Secultfor - 3105.1386 (Rua Pereira Filgueiras, 4 - Centro)
* Crônica Carnavlesca - 3226.9581 (Avenida Tristão Gonçalves, 1153 - Centro).

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

OBAMA VIRA NOME DE SORVETE EM FORTALEZA


Que o Cearense é um povo criativo, acredito que não aja dúvidas. Empolgados com o sucesso midiático do Obama, presiente dos Estados unidos.
Na sorveteria 50 Sabores da avenida 13 de Maio, já é possível experimentar o Obama, nome do novo sabor de sorvete daquele estabelecimento. A iguaria é feita de coco, chocolate e caramelo. Segundo quem provou, o Obama é gostoso!


Foto: Ricardo Araújo



sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

TUBARÃO BALEIA É CAPTURADO NA AVENIDA BEIRA MAR


Pescadores que trabalhavam na madrugada dessa sexta-feira, entre as Praias do Mucuripe e Avenida Beira Mar, conseguiram capturar um tubarão baleia, que ficou preso às redes de pesca. O tubarão com aproximadamente 5 metros, deu trabalho aos pescadores. Técnicos do IBAMA foram acionados para o local.

O que mais falta aparecer na beira mar?

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

PRAÇA DA SÉ: REPRESENTANTE DA PREFEITURA TRANQUILIZA FEIRANTES

titular da Secretaria Extraordinária do Centro de Fortaleza,José Passos, esteve na manhã de hoje (14) conversando com feirantes da Praça da Sé. Segundo ele, os comerciantes podem ficar tranquilos que não haverá nenhuma ação violenta de desocupação do local. José Passos afirmou ainda que a feira de hoje à noite acontecerá normalmente.

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Tá chegando 2009 !!!!

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Top 5 promessas mais comuns de Ano Novo

Não é a toa que o Ano Novo seja meu feriado favorito. Se você parou para pensar brevemente já percebeu o porquê disso. É no Ano Novo que meu hábito particular, torna-se geral: fazer listas. Quem nunca fez, mesmo que mentalmente, a clássica lista de promessas para o ano que vem? Parte das idiossincrasias pessoais do final de todos os anos, a listagem de objetivos acompanha um certo conjunto de predisposições quase ritualísticas. Duvida? Então segue agora um top com as promessas mais comuns já feitas na virada do ano:


5) Eu prometo parar: Clássica em qualquer lista, o "parar" é revisitado anualmente por todos aqueles que se engajam em melhorar. Parar de fumar, parar de beber, parar de comer demais, parar de dormir tão tarde, parar de sair todas as noites, parar de gastar tanto dinheiro em coisas supérfluas... O ato de "parar" significa querer se livrar do que você considera pior na sua rotina diária. Ou ainda, o que os "outros" consideram pior em você. Querer se livrar de "maus hábitos" é uma das mais características promessas de ano novo, e também uma das menos cumpridas. È aquela promessa que fazemos para todos, menos para nós mesmos.


4) Eu prometo mudar: Chega! Chega desse namorado, dessa amante, desse apartamento, desse emprego, dessa vida! Promessas de mudança são as mais factíveis. Quem quer mudar, geralmente usa o final de ano como desculpa universal para chutar aquilo que mais o incomodou nos derradeiros 12 meses que antecederam a promessa. Com justificativas quase astrais, a mudança vêm acompanhada de novas posturas, novas roupas e um novo conjunto de atitudes. Tudo muito bonito, muito novo e muito suscetível a ir por água a baixo quando no ano seguinte os velhos fantasmas voltam a bater a porta.

3) Eu prometo ser: "Prometo que em ___ serei mais paciente". Se você substituir o ano pelo seguinte, terá minha mais reciclada promessa de final de ano. Se paciência você já tem, pode alterar para qualquer característica que lhe falte. Tem quem peça para ser menos reclamão, tem quem ache que conseguirá dar mais valor ao que já tem, e tem até mesmo os que juram de pé junto que no próximo ano serão pessoas mais abertas, mais felizes, mais pacíficas, mais justas. Vale qualquer uma dessas balelas, mas mudar que é bom é outra história.


2) Eu prometo começar: Que mulher não prometeu começar uma dieta no ano seguinte? Que homem não jurou de pé junto que vai voltar a praticar algum esporte a partir de janeiro? A grande questão é que começar é fácil, continuar é que beira o impossível. Particularmente, prometi que começaria a ler um número x de livros por mês, lá por maio isso desandou de tal forma que juro que nunca estipulei o "x". Entretanto, o final do ano comanda meu subconsciente a novamente fazer uma promessa de começo, quem sabe dessa vez eu crie o hábito, quem sabe ano que vêm tudo seja diferente, né?


1) Eu prometo cumprir: Eis que surge a fatídica promessa do "cumprimento". Porque não basta sapatear pelas afirmações acima, tem que jurar que vai cumprir. Geralmente isso envolve abrir para os amigos e familiares tudo o que você acredita que vai fazer no ano seguinte. Como se buscássemos juiz-juri-e-carrasco nas pessoas próximas, prometemos cumprir nossos votos de transformação e queremos ser cobrados caso nos desviemos deles. Porém, como todos fazemos as mesmas listas, acabamos virando o ano em ato de cumplicidade. Parceiros no crime, saímos fora de nossas próprias promessas, esperando que quem sabe uma ou outra vingue ao longo dos próximos 365 dias. Mas olhe lá hein, promessa é dívida!

Por acaso, já fez sua listinha? Deixa eu adivinhar, prometeu que vai fazer academia ano que vem?

Obs: Eu particularmente prometo que esse não será meu último post do ano.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Enverso de Volta á Fortaleza


Direto de Fortaleza , capital do Ceará, a banda ENVERSO ultrapassou os limites de seu Estado e pôs suas canções no topo da mídia regional. Em 2008, a banda planeja divulgar seu CD "Sala de Ilusões" (produzido por David Brasileiro, ex- O Surto e Montage) nos quatro cantos do Brasil, através de festivais e apresentações diversas. Com domícilio na “cidade maravilhosa”, buscará o mesmo reconhecimento conquistado no Nordeste, agora nas demais regiões deste país.

Amanhã, dia 20.12.08 a banda Enverso se apresentará no Hey Ho Rock Bar, com a participação das bandas O Quinto (Pop Rock) e da Banda Kayangaço (Reggae).

A TV UNIÃO está sorteando alguns kit´s com Cd´s autografado e ingresso para o show.
Ainda da tempo de participar: Envie um SMS com o comando TV para 49403.

Para mais informações acesse ao blog da banda Enverso, clique aqui.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

2009 chega um segundo mais tarde

O último minuto do ano terá 61 segundos. Um segundo extra que fará de 2008 o ano mais longo desde 1992.

Saiba mais no site: Xicória e Xicoriações

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Atualizando só para modificar um pouco o humor o blog.

Chegaram os adesivos politicamente incorretos do Alternativa ! Pra colar na porta do quarto, no carro, na moto, no caderno, na carteira da escola e em qualquer lugar que você quiser !

Eu escolhi esses dois adesivos:

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Não sei se vocês vão achar o Blog Mórbido (eu acho), mas está aqui o link do Blog em formato de revista eletrônica da disciplina de Revista ...

No blog tem postagem minha, da Rafaela, o Edilson, o Julinho, a marcinha ainda não postou - nada atualizada kkk

No mais, está aqui o link do blog: http://linhasmortais.blogspot.com/
ORKUT: Há Vida após a morte.

* Talita Sales
Estudante de Jornalismo/ Proutora de Tv
Texto retirado do Blog Linhas Mortais
Disciplina de Revista da Faculdade

"Morrer é apenas não ser visto. Morrer é a curva da estrada."
(Fernando Pessoa)

O Orkut tem cerca de 15 milhões de usuários brasileiros cadastrados. O que acontece com os dados on-line de uma pessoa que morre? Mas o para onde vão os perfis dos mortos? Usuários falecidos continuam vivos em seus perfis do Orkut e são cada vez mais numerosos. Podem hoje somar perto de um milhão. E teoricamente só eles poderão encerrar suas contas.

A mais famosa comunidade do Orkut, chamada “PGM” (profiles de gente morta), para quem não conhece, é uma comunidade que se dedica à postagem de perfis de pessoas falecidas no Orkut. Pode parecer cruel, mórbido e muita falta do que fazer, mas é a realidade. É somente curiosidade, nada mais. Morte é um assunto que sempre gerou e sempre vai gerar curiosidade nas pessoas. Contando com um total de 58.900 membros, a “PGM”, comunidade criada no orkut pelo brasileiro Guilherme Dorta, destina-se à pesquisa de gente que já faleceu, mas segue viva na internet, via blogs, flotologs, MSNs e páginas pessoais no orkut. Aqui vemos como, de uma hora para a outra, nossa vida acaba e deixamos tudo para trás, inclusive banalidades como Orkut, sites de relacionamentos ... Banalidades essas que, por vez, podemos chamar de "rastros virtuais".
Na visão de Guilherme Dorta, todos estes elementos podem ser vestígios que funcionam, ao mesmo tempo, como conforto aos que ficam, e espécie de imortalidade virtual dos que partiram. Dada a natureza do tema, a comunidade pode soar como algo sombrio e fúnebre. E, num primeiro momento, realmente o é. De acordo com as regras escritas por Dorta na abertura da página, o usuário que quiser informar sobre a morte de alguém deve colocar como título do tópico de discussão, o nome do falecido entre sinais de “+. Dorta deixa claro também que é contra qualquer tipo de violência e jamais faço apologia a morte aqui nessa comunidade.
Mas o que são esses rastros virtuais? Um conforto para quem fica? Uma imortalidade virtual? Bom, estamos aí para discutir... O psicólogo Carlos Roger Sales da Ponte2 concedeu entrevista via email. Ele faz uma breve análise da curiosidade em relação à morte:

Talita - Porque a morte atrai tanta curiosidade, seja numa cidade pequena do interior ou numa gigantesca comunidade online?
Roger- A morte sempre nos atraiu. Heidegger, filósofo alemão, disse certa vez que os animais findam; só o homem morre. Queria dizer que só nós sabemos que vamos morrer e tudo que isso implica. Nascer, viver e morrer. O interesse se dá porque somos finitos e nada podemos contra isso. Afinal, é uma das coisas que nos faz humanos.

Talita - Como interpretar O fato é que nasceu uma nova rede social completamente dedicada a pessoas que morreram. Seríamos todos mórbidos enrustidos?
Roger - Enrustidos, não. Falam abertamente sobre isso. Há certo gosto por isso. E só se pode falar de gosto por aquilo que nos dá gosto. Fazemos isso de certo modo quando velamos alguém. É uma adoração ao que foi e não é mais. Uma maneira de manter a memória.

Talita - Por que a morte, o último, derradeiro e definitivo evento tem tanto “charme”?
Roger -
Penso que pelo mesmo motivo que disse acima. É uma maneira de permanecer a vida. Mas negando a morte, este grande momento da vida.

Talita - Sempre que acessamos os “scraps” de uma pessoa que tenha falecido, encontramos diversas mensagens e homenagens, sendo que esse perfil poderá nunca sair do Orkut. Porque as pessoas deixam recados de despedida nos perfis dos mortos?
Roger - Quem sabe? Talvez uma fé em que o falecido veja... Ou, o que é mais provável, para que os outros vejam como “você é legal”! Não é para isso que existe Orkut? Para todos te verem?
Talita - A visita constante na comunidade PGM ou no Profiles de gente morta pode ser considerado falta de privacidade até depois de morto?
Roger - Ele não está mais aqui para falar coisa nenhuma. Quem tiver a senha dele que apague a página.
Talita - A nossa geração está mais “amortecida” com os fatos trágicos, como se tudo fosse descartável?
Roger - A vontade de viver é grande demais. Mas esqueceram que morrer é humano. A sociedade do consumo e do hedonismo em parte causou isso: imagens sempre jovens, corpos jovens, palavras jovens, velhos “jovens”, cirurgias para a juventude, etc, etc. Sem dor, não há aprendizagem (Sófocles).

Talita - Até onde vai à febre de redes sociais?

Roger - Não sei te responder.

Consegui mais duas entrevistas através de emails Karol R. Fäshbuer e Marcelo Fritz, dois personagens que abastecem a PGM de informações a partir de notícias do jornal. E há quem registre na comunidade a morte de parentes, amigos e conhecidos.

Karol R. Fäshbuer, 21 anos, uma sul-mato-grossense que atualmente reside em São Paulo capital e trabalha com serviços de internet. Ela afirma que, apesar da velocidade e virtualidade do contato pela net, acredita em vida após a morte, com uma visão espiritualista e um julgamento pelos nossos atos em outro plano espiritual. Para Karol, o tabu de discutir sobre a morte diminui com a internet, e se no início seus amigos achavam estranho olhar obituários online, hoje a maioria participa das comunidades de gente morta.

Marcelo Fritz, que trabalha com manutenção de equipamentos de informática, em Ponta Grossa, Paraná, utiliza os chamados fakes (profiles falsos), onde a foto, informações e, às vezes, o gênero do indivíduo não é o que parecem, para participar de uma comunidade de gente morta. Segundo Marcelo, o motivo para acompanhar essas comunidades é simples. “Bem, a morte é o ponto, de uma forma ou outra é uma coisa que chama a atenção. Muitos ali acompanham em tempo real algumas tragédias, um noticiário dinâmico dá pra se dizer”, diz Marcelo.

Para Marcelo, as informações que não são acessadas após certo tempo deveriam ser deletadas, pois não há motivo para estarem ali. Apesar de não ter interesse em deixar um profile “cristalizado” na net, Marcelo conta que o que atrai os olhares são os profiles de gente que morre jovem. Mesmo assim, ele acredita que essa curiosidade mórbida irá passar na medida em que envelhecer.

O site de relacionamentos Orkut está servindo de memorial de vítimas ficaram lotados com mensagens de apoio escritas por parentes, amigos e, em muitos casos, desconhecidos. A “PGM” é uma espécie de sucessora torta dos obituários dos jornais. Se você está no site de relacionamentos, vale pensar sobre o assunto.

Sem mais, desejo que todos descansem em paz...


1Afirmação de Sérgio Suiama, Procurador Regional dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal durante V Seminário de Defesa do Consumidor.
2Psicólogo, Mestre em Filosofia pela UFC e professor de Filosofia e Psicologia da Faculdade Integrada do Ceará (FIC). Contato:
jardimphilo@yahoo.com.br
Gunther Von Hagens – Médico ou açougueiro?

* Rafaela Santana
Estudante de Jornalismo/ Proutora de Tv
Texto retirado do Blog Linhas Mortais
Disciplina de Revista da Faculdade

A primeira pergunta que nos vem em mente é: O que a morte tem a ver com a arte? A arte sempre foi utilizada para registrar a morte em toda a história da humanidade. Jesus Cristo foi pregado na cruz e se tornou o símbolo mais poderoso do cristianismo, porque ao mesmo tempo mostra o horror da morte e a esperança na salvação e vida eterna. Mas outras civilizações se utilizavam disso para aprisionar o coração e a mente do seu povo. Os egípcios usavam a arte na vida e na morte estampada nos túmulos e implantada em sua cultura. Os Astecas mostravam o sacrifício humano para se alcançar a vida eterna. Os Etruscos (aglomerado de povos que viveram na atual Itália) transmitiam mensagens de uma vida eterna através da arte. A arte sempre foi um instrumento utilizado pelo homem para expressar seus sentimentos, desenhando, pintando, esculpindo. Com o passar dos séculos, o contexto de arte foi adaptando-se à cada cultura. Assim, cada grande artista colaborava na sua época com algo a mais nas suas obras.

Chegamos ao século XXI e nos deparamos com algo que chocou o mundo. Body Worlds, de Gunther Von Hagens, conhecido como o “escultor de cadáveres” ou o “Salvador Dali do corpo humano“. Von Hargens, anatomista alemão de 57 anos, tem como sua fonte de inspiração um personagem do célebre quadro “A Aula de Anatomia do Dr. Tulp”, do holandês Rembrandt. Atualmente, vive na cidade chinesa de Dalian, onde montou uma verdadeira indústria de conservação de cadáveres. Difundiu um método da “plastinação”, que se resume na imersão do espécime ou órgão dissecado em acetona para evacuar toda a água do corpo. “Leva-se a um banho de polímero de silicone (como silicone de borracha ou o poliéster), e é selado numa câmara em vácuo. A acetona sai do corpo em forma de gás e é substituída pelo polímero de silicone até ao nível celular mais profundo; O polímero de silicone endurece e assim o espécime é preservado de uma forma perfeita, como se tivesse vida já que consegue manter o relevo original e a identidade celular”, ensina Von Hargens.

O alemão considera-se continuador de uma tradição iniciada por ninguém menos que Leonardo da Vinci, gênio renascentista considerado o precursor da anatomia moderna, ele dissecou mais de 30 corpos em uma época em que a Igreja punia severamente a prática. O anatomista ficou rico e famoso com suas "obras de arte" feitas de cadáveres. Em entrevista ao nosso blog, o psicólogo e professor universitário, Carlos Roger Sales, falou que: “Ela nos inquieta como só arte que aproxima do humano pode fazer. Ele nos mostra uma maneira forte como é a vida e a finalização desta. Mas se você for ver de perto, ele coloca os corpos como se estivessem vivos. Deste modo, ele fala mais da vida que da morte.”

Milhares de pessoas visitaram a exposição Body Words no mundo todo. As opiniões são variadas: Médico ou açougueiro? Essa foi uma das avaliações feitas por pessoas que visitaram a exposição, de autoria do anatomista. É normal a adoração ao corpo morto? “Fazemos isso de certo modo quando velamos alguém. É uma adoração ao que foi e não é mais. Uma maneira de manter a memória. Imagens e símbolos religiosos têm uma função bem semelhante”, respondeu Roger. Será que o trabalho dele chega a beneficiar a medicina ou é só uma espécie de show bussiness? Uma pergunta de difícil resposta, pois a pouco tempo ele fez uma autopsia ao vivo em um canal de TV, onde dissecou o cadáver de um homem de 72 anos na frente de uma platéia de 350 pessoas que disputaram os valiosos ingressos . Assim que ele fez o primeiro corte com o bisturi, a platéia veio abaixo. Aquilo que Von Hagens faz para uns é considerado arte, quanto para outros é simplesmente um show de horrores, que explora o corpo humano da maneira mais vulgar. Com certeza, é melhor do que o “nosso jornalismo policial” que gosta de exibir corpos baleados e esfaqueados. “Mas se o artista o fez de um modo respeitoso e explicativo, por que não?” Expõem Roger. Von Hargens afirma que seu trabalho tem cunho educativo, o público pode comparar os pulmões de um fumante e de um não-fumante e ver os estragos que o álcool causa ao fígado, por exemplo, e não fala abertamente que considera o seu trabalho obra de arte, mas percebe-se que ele tem pretensões nesse campo. Mas ele não está sozinho, a polícia do mundo todo está investigando de onde vêm os corpos que o anatomista utiliza nas exposições.

Em 2004, a Sociedade Internacional de Direitos Humanos chegou a exigir, o fim da exposição itinerante que tem recolhido em todo o mundo severas críticas e rasgados elogios, briga que foi em vão. A arte de uma forma ou de outra, mostrando o belo ou o grotesco, sempre vai agredir, por isso, a exposição Corpo Humano como nunca se viu, de Von Hargens choca a todos. E claro, quem ainda tem dúvidas sobre o que pensar não perca a oportunidade de visitar a exposição na próxima vez que ela estiver no Brasil.